Guarda é finalista na disputa da nona Reserva Mundial de Surf

Guarda do Embaú. foto-plinio-bordin

Guarda do Embaú. Foto: Plínio Bordin

Pelo segundo ano consecutivo a praia da Guarda do Embaú, no município de Palhoça/SC, é uma das candidatas finalistas para concorrer à nona Reserva Mundial de Surf (RMS). A divulgação oficial este ano pela Save the Waves Coalition, entidade que administra o programa desde 2009, será no dia 21 deste mês, em San Francisco (Califórnia/USA). A informação partiu de Nik Strong, diretor executivo da entidade internacional.

A iniciativa da candidatura da Guarda começou em 2013, quando a Associação de Surf e Preservação da Guarda do Embaú (ASPG) inscreveu pela primeira vez a praia. Em 2016, com moção de apoio de 23 órgãos públicos (municipal, estadual e federal) e instituições não governamentais, além de um grupo gestor já formado com 20 pessoas dos mais variados segmentos, a diretoria da ASPG está confiante no título.

“Fizemos nosso trabalho com um projeto consistente e bem embasado, por isso, estamos preparados para, se formos consagrados, continuar fazendo o que sempre fizemos, que é cuidar da Guarda do Embaú para a nossa e as futuras gerações” , disse Geraldo Rosa, o Goiaba, diretor Ambiental da ASPG e membro da Comissão que produziu o projeto para a candidatura.

O presidente da ASPG, Nodin Varela da Silveira, também acredita na possibilidade real da consagração. “Acredito muito nas nossas chances pelo trabalho desenvolvido e pelo apoio da comunidade em geral”, ressaltou.

Critérios estabelecidos para a escolha:

  • Qualidade e consistência da onda;
  • Caracterísitias ambientais;
  • Cultura e História;
  • Apoio da comunidade

Locais já consagradas:

Malibu e Santa Cruz (USA); Ericeira (Portugal); Bahia de Todos os Santos (México); Manly Beach e Gold Coast (Austrália); Huanchaco (Peru) e Punta Lobos (Chile).