Tainá fica em segundo no RipCurl Grom Search em Maresias

A surfista da Guarda do Embaú (Palhoça/SC), de apenas 11 anos, Tainá Hinckel, ficou na segunda colocação na final entre as meninas no Circuito nacional para definir os representantes do Brasil em 2016. Mesmo na condição de vice-campeã ela não conseguiu o convite para permanecer com os finalistas que disputarão o Final do Rip Curl Grom Search Internacional, apresentada por GoPro, que tem a “janela” pelas melhores condições de ondas de terça-feira a domingo (3), na mesma praia de Maresias, reunindo 16 surfistas de dez países.

Tainá treinando na Guarda - foto William Ziemmermann

Tainá treinando na Guarda – foto William Ziemmermann

Com ondas de até 1 metro, Tainá deu trabalho as demais meninas e principalmente para Luara Thompsom (RJ), campeã. Tainá precisava de 4,26 para virar a bateria e tirou 4,53, faltando dois minutos para o final. Luara não perdeu tempo e deu o troco rapidamente, com uma nota cinco, para garantir o título. As paulistas Louise Frumento e Melissa Policarpo completaram a final, em terceiro e quarto lugares. No final, Luara somou 9,75 pontos em duas ondas, contra 8,35 de Tainá.

No masculino, Anderson Júnior, local da praia da Vila, em Imbituba, garantiu notas seis e cinco e no final tirou um 6,25 para superar o paulista de Guarujá, Alax Soares. A diferença entre os dois foi de menos de um ponto – 12,25 a 11,35. Gabriel Ramos, de Ubatuba, ficou em terceiro, logo atrás, com 11,30, e o potiguar de Natal, Mateus Sena, foi o quarto, com 4,52 (cometeu interferência no final).

CLASSIFICAÇÃO FINAL DE 2015

MIRIM

1 Anderson Júnior (SC)
2 Guilherme Vilas Boas (SP)
3 Gabriel Ramos (SP)
4 Alax Soares (SP)
5 Vitor Costa (RN)
6 Mateus Sena (RN)

FEMININA

1 Luara Thompson (RJ)
2 Tainá Hinckel (SC)
3 Louise Frumento (SP)
4 Melissa Policarpo (SP)
5 Yohanna Serrat (São Vicente – SP)
6 Victória Mazzoni (Guarujá – SP)

 

 

 

Adriano de Souza vence Drug Aware Pro e dedica o título ao Ricardo dos Santos

Mineiro escreve na prancha - foto Internet

Mineiro homenageia o amigo assinando a sua prancha: “Obrigado Ricardinho meu Anjo da Guarda” – foto reprodução Internet

O surfista brasileiro Adriano de Souza acaba de vencer espetacularmente a terceira etapa do Circuito Mundial (WSL), em Margaret River, Austrália, com ondas de 6 a 8 pés (2 a 3 metros), assume a liderança do ranking e homenageia Ricardinho da Guarda assassinado por um policial em janeiro deste ano. Adriano venceu o havaiano John John Florence numa bateria de alto nível por 17.53 contra 16.87. Antes, ele havia despachado o onze vezes campeão do mundo Kelly Slater (USA) e o australiano Taj Burrow.

Após sair da bateria carregado pelos amigos Adriano foi direto ao seu “stand”, pegou uma caneta e escreveu no fundo da sua prancha ” obrigado Ricardinho, meu Anjo da Guarda”. Adriano e Ricardo eram muito amigos, e sempre que o atleta da Guarda estava em casa, era visitado por Mineirinho, quando treinavam juntos.

A próxima etapa do circuito da Liga Mundial de Surf (WSL) será o Rio Pro, na Barra da Tijuca (RJ), com a janela de espera entre os dias 04 a 12 de maio.

 

Fabinho Gouveia participa da manifestação na Guarda

Gilson Tita Garcia, Marcos Kito Gungel (pres. ASPG), Fabio Gouveia e Carlos Kxot. Foto Plínio Bordin

Gilson Tita Garcia, Marcos Kito Gungel (pres. ASPG), Fabio Gouveia e Carlos Kxot. Foto Plínio Bordin

O surfista Fabinho “Fabuloso” Gouveia veio especialmente de sua casa, em Florianópolis, na tarde deste sábado, 18, para dar sua solidariedade à manifestação que pede que o soldado que matou o Ricardinho seja expulso da corporação. Ao som da música “Chega”, Fabuloso se juntou aos  cerca de mais duzentas pessoas para pedir justiça pela morte do surfista.

“O Ricardinho era muito querido na nossa família. E ele tinha uma amizade muito legal com os meus filhos, especialmente com a minha filha caçula, a Ilana, no que concordou sua esposa Elka, por isso fizemos questão de participar da manifestação”, disse Fabuloso.

Manifestação reuniu cerca de 200 pessoas - foto Plínio Bordin

Manifestação reuniu cerca de 200 pessoas – foto Plínio Bordin

Além dele, amigos e familiares do surfista, atingido com dois tiros do policial Luis Paulo Mota Brentano, pediram que o soldado seja expulso da Polícia Militar. O protesto foi articulado após a Justiça de Santa Catarina autorizar que o soldado realizasse trabalhos internos no Batalhão, mesmo o comandante da corporação não aceitando o que foi deferido pela justiça.

 

Manisfestação exigindo justiça pelo assassinato do surfista Ricardinho acontece neste sábado

Após a notícia no início desta semana de que o policial militar Luis Paulo Mota Brentano, acusado de matar o surfista Ricardo dos Santos, o Ricardinho, foi autorizado pela Justiça a trabalhar dentro do 8º Batalhão da PM em Joinville, onde está preso provisoriamente, os familiares e amigos se manifestaram nas redes sociais repudiando a decisão.cartaz ricardo manifesto

 

Diante do fato, marcaram pela Internet e estão divulgando nos mais variados meios de comunicação a realização de uma “manifestação pacífica”, no centrinho da Guarda, neste sábado, dia 18, às 15 horas, mesmo se chover, com o objetivo de sensibilizar a justiça e a PM sobre este ser um fato cruel e que merece uma punição severa.

Segundo os organizadores, que esperam que as pessoas vistam branco ou a camiseta com a imagem do Ricardinho, será uma manifestação com faixas e cartazes, pronunciamentos e apresentação de artistas locais, tendo a frente Nathan Malagoli, que entre suas canções próprias, está preparando uma interpretação especial da música recente lançada pelo Gabriel O Pensador intitulada “Chega”, que repudia o assassinato do surfista Ricardinho da Guarda.

_MG_3565

Recapitulando

O crime aconteceu no dia 19 de janeiro deste ano, na praia da Guarda do Embaú, em Palhoça, na Grande Florianópolis. O atleta morreu no dia seguinte no hospital em São José.

Na decisão, a juíza Carolina Ranzolin Nerbass Fretta escreveu que Brentano poderá trabalhar enquanto estiver preso no batalhão, “desde que diga respeito a atividades que não possibilitem o seu contato externo, com rigor fiscal pelos responsáveis e encaminhamento de relatórios mensais”.

O tenente-coronel Nelson Coelho, comandante do 8° batalhão, afirmou que ainda não foi notificado da decisão judicial, mas que há dentro da unidade uma série de atividades que poderiam ser executadas pelo policial.

“Poderá ser um atividade ligada à manutenção, ou uma outra função administrativa que não possibilite contato externo nem com internet, como trabalhar com arquivo morto”, afirmou o comandante. “Mas primeiro precisamos conhecer o teor da decisão judicial”.

Suspeito de matar Ricardinho, Luis Brentano é da PM de Joinville (Foto: Reprodução/Facebook)Luis Brentano é acusado de matar Ricardinho
(Foto: Reprodução/Facebook)

 

O policial acusado segue recebendo salário durante o procedimento administrativo. “Mas, como está fora da ruas, ele não recebe a indenização do serviço ativo, que dá quase metade do salário”, diz o tenente-coronel Coelho. Segundo ele, o trabalho interno também não permitirá que Brentano receba o valor integral dos vencimentos.

A vantagem de trabalhar durante o período da prisão é que, em caso de condenação, o policial poderá abater um dia da pena para cada três dias trabalhados, explica o comandante.

Homicídio qualificado
Brentano aguarda julgamento depois que a Justiça aceitou a denúncia por homicídio qualificado feita pelo Ministério Publico. Segundo o MPSC, o crime ocorreu por motivo fútil, por ter impossibilitado a defesa da vítima. A Promotoria de Justiça também denunciou o soldado por abuso de poder e por dirigir um veículo sob a influência de álcool.

Exames feitos pelo Instituto Geral de Perícias (IGP) comprovaram que o policial que atirou em Ricardinho havia ingerido bebida alcóolica antes do crime.

A primeira audiência de instrução e julgamento do policial será realizada em Palhoça no dia 27 de abril. A audiência deverá ser presidida pela juíza Carolina Ranzolin Nerbass Fretta, da 1ª Vara Criminal de Palhoça, a partir das 14h. Até lá o soldado segue preso no 8º Batalhão da PM de Joinville, onde trabalhava desde 2008.

Fonte: G1.globo.com

Santa Catarina apoia candidatura da Guarda

O secretário de Estado de Turismo, Felipe Mello, recebeu o presidente da ASPG (Associação de Surf e Preservação da Guarda do Embaú), Marcos Aurélio Gungel, o Kito,  em seu gabinete na tarde desta terça-feira, 07, quando Kito, a convite do Grupo de Trabalho de Turismo Náutico da Secretaria de Turismo, Cultura e Esporte (GTT Náutico SC),  apresentou o projeto da candidatura da Praia da Guarda do Embaú (Palhoça), como Reserva Mundial do Surfe (RMS).

RESERVA MUNDIAL DE SURF, uma certificação internacional que colocará SC e o Brasil na "rota de interesse" do surf mundial. Foto Divulgação

GTT Náutico considera RESERVA MUNDIAL DE SURF uma certificação internacional que colocará SC e o Brasil na “rota de interesse” do surf mundial. Foto Divulgação

Felipe disse gostar da ideia tanto pessoalmente, como, institucionalmente, e adiantou que o Estado será parceiro da iniciativa. “Acho a Guarda do Embaú um lugar muito especial e de grande potencial turístico do nosso estado e do país, por isso vamos apoiar o projeto da ASPG”, declarou.

Durante a reunião, o presidente do GTT, Leandro ” Mané” Ferrari, bem como os representantes presentes, também se mostraram entusiasmados e afirmaram o propósito de apoiar o projeto enviando uma “moção” à ASPG para fortalecer a certificação da candidatura da Guarda do Embaú. A reunião contou também com a presença do presidente da Federação Catarinense de Surfe (Fecasurf), Frederico Leite.

O título é concedido pela entidade Save The Waves Coalition (Califórnia, USA) e trata-se da inclusão das praias certificadas em programas de proteção do ecossistema, zonas de surfe e controle e preservação ambiental.

Apenas sete praias no mundo possuem essa certificação. Para ganhar o título, a praia precisa atender determinações baseadas em quatro critérios: qualidade da onda, características ambientais, cultura e história e apoio da comunidade.

Segundo o site oficial do programa World Surfing Reserves (http://www.savethewaves.org) a próxima escolha de uma candidata será em outubro de 2015.