Guarda volta ao cenário nacional com a realização do Surf Talentos Oceano

Centro técnico tem excelente estrutura

Após um longo período sem receber competições de destaque nacional, a Guarda do Embaú, recém eleita a nona Reserva Mundial de Surf – a primeira do Brasil, recebe, nos dias 8 e 9 de abril, a segunda etapa do Surf Talentos Oceano  2017, circuito catarinense que atrai as promessas do cenário nacional até 18 anos.

O evento faz parte das comemorações do mês de aniversário de Palhoça e, além de satisfazer aqueles que gostam de competição, proporcionará momentos de interação com o público nas ações de sustentabilidade ambiental, entretenimento e homenagens ao surfista Ricardo dos Santos.

Frederico Leite, ex-presidente da Fecasurf e o promotor do evento disse que esta etapa já começa a desenhar o ranking do Surf Talentos Oceano. “Serão quatro etapas e haverá uma premiação aos campeões das oito categorias em disputa no final. Portanto, a expectativa para a segunda etapa é a melhor possível, pois a gente vai fazer o evento numa praia paradisíaca do nosso Estado e a ASPG, que está fazendo 30 anos em julho, merece um evento desta magnitude”.

Leite ressaltou que o momento também vai ser de homenagem ao surfista local Ricardo dos Santos, que foi um dos nossos grandes atletas. “Ele foi campeão em todas as categorias de base e nada melhor do que fazer a segunda etapa do Surf Talentos na Guarda para homenagear a ele e à própria praia, que é uma Reserva Mundial do Surf”, afirmou.

Para o presidente da Associação de Surf e Preservação da Guarda do Embaú (ASPG), Nodin Varela, “o esforço está sendo válido, pois a iniciativa foi compreendida pelo município, que colocou o evento no calendário das festas do mês de aniversário de Palhoça, e pela comunidade, que está apoiando. Além disso, temos vários competidores nesta faixa etária que precisam ter esta sensação de competir em casa em grandes eventos, uma forma de valorizar o local onde treinam e aprenderam a surfar.”

A nova geração de atletas da Guarda do Embaú, entre eles, Swell Henrique, Tainá Hinckel Santos (que mudou a data do vôo da sua próxima surftrip internacional para competir em casa), Rafaela Coelho, Lanai Henrique, Otávio Marques e Martin Bianchi querem garantir sua participação trazendo bons resultados.

Otávio, por exemplo, com apenas 12 anos e um de competição,  já conseguiu um primeiro lugar local e um quinto na primeira etapa do Surf Talentos Oceano. “Quero correr na Iniciantes e na Mirim, para isso estou treinando bastante, mas estou muito ansioso pela expectativa de querer ser campeão em casa”, explicou.

As inscrições já estão abertas nas categorias: petiz (até 10 anos), infantil (sub-12), iniciantes (sub-14), mirim (sub-16) e júnior (sub-18), no masculino, e infantil (até 12 anos), iniciantes (sub-14) e júnior (sub-18), no feminino. O valor para cada participante varia de R$ 80 a R$ 100, de acordo com a categoria escolhida.

Para participar é necessário acessar o site da Fecasurf (www.fecasurf.com.br) e preencher o formulário disponível, enviar por e-mail fecasurf@fecasurf.com.br e seguir os passos para depósito. O número de vagas é limitado por categoria e a confirmação de presença é feita apenas após a comprovação do pagamento.

O Surf Talentos Oceano 2017 é apresentado por Mini Kalzone e tem o patrocínio Lonelines, Mormaii, Ciawax e Dragon. O copatrocínio é da Prefeitura de Palhoça, Supermercado Santos e restaurante Guardião da Guarda. A homologação é da Fecasurf e tem a chancela da ASPG. O apoio é da EmbauSurf Acomodações, Dudu Massas, Pousada Morada Flor da Terra, Pousada Anjo da Guarda, Pousada Xaxá, Pousada Stolze e Trilha do Açaí. Divulgação: De Olho no Mar, Nas Ondas com Banana, Solto, Waves e Drop.

Comunidade conhece protocolo de monitoramento das baleias

Dra. Karina do Projeto Baleia Franca

Cerca de 50 pessoas participaram das palestras “ConVivendo com as baleias” realizadas ontem, 23, no Salão Paroquial da Guarda do Embau. Evento este que foi idealizado a partir do encalhe de uma baleia bryde na Prainha e que trouxe muitas dúvidas sobre estes cetáceos gigantes que visitam a Área de Proteção da Baleia Franca, principalmente na orla do Sul de Palhoça.

Mas o encontro começou com a fala do jornalista e coordenador do Comitê Gestor Local da Reserva Mundial de Surf (RMS), Marcos Aurélio Gungel (Kito), já que as baleias também estão inseridas no polígono da Reserva (Prainha e Guarda do Embaú). Kito disse que “a comunidade da Guarda aproveitou bem a oportunidade ao inscrever a praia no Programa Reservas Mundiais de Surf obtendo êxito na sua aprovação, mas agora tem o desafio de implementar um plano master de gestão para esta zona costeira”.

O Dr. Leonardo Wedekin, coordenador técnico do projeto de monitoramento de cetáceos da Bacia de Santos explicou que “o Basil tem 50% das espécies que são entre 70 e 90 tipos no mundo e que algumas são migratórias, como a baleia franca, e outras são locais, como a bryde, que fica no litoral Sul e Sudeste do país”.

A diretora de pesquisa do Projeto Baleia Franca, Dra. Karina Groch, salientou que as baleias francas são muito dóceis, por isso fácil de serem abatidas, pois elas são muito cobiçadas por causa da sua gordura, mas que aqui no Brasil são protegidas desde 1986. “Apesar da lei que as proteje, a baleia franca ainda está entre aqueles bichos em extinção, portanto, carece de muita atenção, e este é o trabalho da nossa equipe: identificar, ordenar, prevenir e monitorar”, destacou.

Luciana Moreira, analista ambiental do Instituto Chico Mendes enfatizou que a Apa da Baleia Franca nasceu para proteger o cetáceo e por isso foi criado um protocolo de monitoramento que começou em 2004, a partir de um encalhe em Imbituba, quando várias eram as alternativas, mas ainda sem um protocolo que definisse os passos para o resgate.

Por último, o professor Dr. Pedro de Castilho, da Universidade de Santa Catarina (Udesc), especialista em monitoramente, disse que nem sempre é facil identificar a causa da morte  e que o monitoramente é feito diariamente de carro, quadriciclo, a pé ou de bicicleta, num persurso de 1.121 km de costa, “Quanto antes tivermos acesso ao animal, melhor a resposta para saber a causa”, destacou.

No caso do avistamento ou encalhe de baleia existe o número 0800 642-3341 que deverá ser acionado.

 

 

Encontro com prefeito define calendário para o surf na Guarda

Encontro na manhã da última segunda-feira, 20, no gabinete do prefeito de Palhoça, Camilo Martins, não só selou os últimos detalhes para a realização da 2ª etapa do Oceano Surf Talentos 2017, nos dias 08 e 09 de Abril, na Guarda do Embaú, como também serviu para fortalecer a parceria entre a Associação de Surf (ASPG) e o Poder Executivo para futuros eventos locais. Na oportunidade foi apresentado um calendário de competições de surf para 2017.

Além do Oceano Surf Talentos, que traz para Palhoça os melhores atletas até 18 anos do Sul do Brasil, a ASPG pretende realizar no segundo semestre um circuito local com três etapas; uma competição para estudantes incluindo os universitários e um evento da  categoria Master, em parceria com Frederico Leite, ex-presidente da Fecasurf e hoje, promotor de eventos.

Tanto o prefeito Camilo quanto o vice, Amaro Mattos, mostraram interesse em manter estes eventos no calendário do município, fato que vem ao encontro da ASPG.  “Precisamos fortalecer nosso calendário para fomentar a base, pois temos atletas de enorme potencial que precisam de treino em competições”, disse Nodin, presidente da ASPG.

Outro assunto abordado foi a volta da equipe da ASPG ao circuito estadual , o que foi prontamente estabelecido como uma meta a ser alcançada, já que a ASPG, por estar fora do evento nos últimos anos, precisa passar por uma triagem entre as associações que estão fora do Circuito Interassociações.

Além do prefeito e do vice, participaram da reunião Frederico Leite, promotor de evento; Nodin Silveira, presidente da ASPG, Marcos Aurélio Gungel (Kito), dir. comunicação da ASPG,  e Júnior Secco, diretor da Fundação de Esportes do município.

Ainda na programação do Oceano Surf Talentos acontecerão atividades ambientais e sustentáveis, recreação, homenagem ao saudoso Ricardo dos Santos e show com artista a ser confirmado. Tudo dentro da programação de abril, mês do aniversário de Palhoça.

Baleias e Reserva Mundial de Surf são temas de palestras na Guarda

A praia da Guarda do Embaú, última ao Sul do município de Palhoça, aprovada recentemente como Reserva Mundial de Surf (RMS), recebe na próxima quinta-feira, dia 23, as 19 horas, no Salão Paroquial da comunidade, o evento “ConVivendo com Baleias”, tema que está em destaque pós o encalhe de uma baleia Bryde na Prainha.

Como a Prainha está dentro da Área de Proteção da Baleia Franca e é de difícil acesso os técnicos decidiram deixar a baleia Bryde no local até sua desintegração pela natureza. O fato gerou muitas dúvidas e também suposições como por exemplo de que atrairia tubarão e de que os banhistas e surfistas estariam sujeitos a doenças.

Diante disso, membros do Comitê Gestor Local da Reserva Mundial de Surf  e da comunidade intermediaram e retiraram as carcaças ainda existentes que  foram enviadas para Laguna, no laboratório da Udesc, para desinfecção e futura exposição ao público.

Assim nasceu o “Convivendo com Baleias” que terá como temas a “Reserva Mundial de Surf: oportunidades e desafios para conservação da zona costeira”, com o jornalista, diretor de Comunicação da ASPG e coordenador do Comitê Gestor Local da RMS, Marcos Aurélio Gungel, o Kito; “Ecologia das grandes baleias da Costa de Santa Catarina”, com Dr. Leonardo Wedekin, da Sócio Ambiental Consultores Associados; “Projeto Baleia Franca: 35 anos de pesquisa e conservação”, com a Dra. Karina Rejane Groch, diretora de pesquisa do Projeto Baleia Franca; “Protocolo de Encalhe e Enredamentos da APA da Baleia Franca”, com Luciana de Paula Moreira, analista ambiental do Instituto Chico Mendes (ICMBio) e por último “Programa de Monitoramento de Praias da Bacia de Santos”, com Dr. Pedro de Castilho, professor da Univesidade do Estado de Santa Catarina (Udesc).

Segundo os organizadores do evento em sua página no facebook  (https://www.facebook.com/sosriodamadre/photos/gm.429704260710499/825924200892182/?type=3&theater) “esta é uma boa oportunidade para sabermos um pouco mais sobre esses gigantes que habitam nossa zona costeira”.

O evento tem a chancela da Reserva Mundial de Surf (RMS), do Instituto Tabuleiro, da Associação Comunitária da Guarda, do Parque Estadual da Serra do Tabuleiro, do Movimento SOS Rio da Madre e da Associação de Surf e Preservação da Guarda do Embaú (ASPG).

Serviço:

Onde: Salão Paroquial da Guarda do Embaú

Quando: 23/03/2017

Horário: 19 horas

Inscrições: Gratuitas

 

Guarda recebe palestras sobre esgotamento sanitário

Cartaz do evento

O saneamento básico tem sido um tema recorrente na região do Vale do Maciambu, principalmente na área costeira, e é justamente sobre este tema que começa, hoje, dia 12, as 19 horas, no Salão Paroquial da Guarda do Embaú, o Ciclo de Palestras “Esgotamento Sanitário na Baixada (Vale) do Maciambú”.

Os temas em debate serão “Zonas úmidas da Baixada do Maciambú”, apresentado por Luiz Pimenta; “Sistema de Tratamento de Esgoto”, com Beny Rousso e “Políticas Públicas para aplicação de Wetlands (áreas úmidas)”, com professor Eduardo Rodrigues. A “abertura e contextualização” será por conta de Haliskarla de Sá e no encerrramento os presentes poderão fazer perguntas.

Guarda é aprovada para ser a próxima Reserva Mundial de Surfe (RMS)

Galera (com a foto do Ricardinho ao fundo) celebrou a notícia no restaurante Guarda La Rara .

Guarda do Embaú agora é a mais nova Reserva Mundial de Surfe (RMS). O Conselho Visional das Reservas Mundiais de Surfe (World Surfing Reserve – WSR) e a Save the Waves Coalition, com sede na Califórnia (USA), aprovaram, oficialmente, no dia 27 de outubro de 2016, a iniciativa da Associação de Surfe e Preservação da Guarda do Embaú (ASPG) para inclusão da praia na prestigiada rede de Reservas Mundiais de Surfe. De quebra, a praia foi a primeira a ser indicada no Brasil.

O programa da Save the Waves Coalitioan existe desde 2009 e tem como parceiros a International Surfing Association (ISA), a National Surfing Reserves Australia (NSR) e a Center for ResponsibleTravel (CREST), de Stanford (USA). Desde julho de 2013 a Guarda do Embaú buscava a certificação. De quebra, a Guarda do Embaú é a primeira a ser aprovada no Brasil.

Localizada ao Sul do município de Palhoça, na divisa com Paulo Lopes, distando cerca de 46 km de Florianópolis/SC, a Guarda do Embaú é um vilarejo inserido no Parque Estadual da Serra do Tabuleiro, ponto privilegiado da Mata Atlântica. É considerado é um dos locais mais belos do mundo, ficando entre um costão que avança mar adentro e uma ponta de areia recortada pelo Rio da Madre. Esta característica faz com que ondas de excelente qualidade quebrem na boca do rio e em sua orla, atraindo a atenção dos surfistas do país e do mundo.

E foi pensando na continuidade destas características para as futuras gerações, principalmente no quesito “ondas de excelência”, que a (ASPG), fundada em 1987, fez o pedido em 2013, cuja escolha é realizada anualmente.

Desde então a ASPG intensificou suas ações para obter apoio e divulgar a ideia, pois sua diretoria entendia que a iniciativa poderia criar ferramentas para educar, conscientizar e auxiliar a gestão pública desses lugares considerados especiais como a Guarda do Embaú, além de fornecer instrumentos às comunidades locais para proteger as ondas e o seu entorno, buscando alertar as pessoas sobre a necessidade de projetos que visam o Turismo com sustentabilidade e responsabilidade.

Dentre os objetivos principais da RMS, destaca-se:

– Criar e gerenciar uma rede contínua e global de Reservas de Ondas com excelência reconhecidas pelos surfistas, amantes da natureza e o público em geral.

– Colocar uma camada adicional de proteção para as áreas consagradas; capacitar a gestão da administração a nível local, e educar amplamente o público sobre o valor desses lugares especiais.

– Unir os surfistas e os amantes da natureza para proteger zonas de surfe do mundo mais sagrados.

– Inspirar, organizar e construir a capacidade das comunidades locais para continuar a proteger as suas próprias ondas. Deve servir como uma força cultural e ambiental significativa para proteger locais de surfe e o litoral ao redor do mundo.

Nove Reservas Mundiais de Surfe (RMS) já foram mapeadas no planeta: Santa Cruz e Malibu (USA), Bahia de Todos os Santos (México), Ericeria (Portugal), Huanchaco (Peru), Manly Beach e Gold Coast (Austrália), Punbta Lobos (Chile e Guarda do Embaú (Brasil). Dessa maneira, incluídas em um modelo global de preservação das ondas, zonas de surfe e ecossistemas. Todas foram avaliadas e escolhidas com base em quatro critérios: qualidade da onda; características ambientais; cultura e história e apoio da comunidade.

Mas além destas características para a escolha da Guarda do Embaú, outro ponto mencionado pela entidade internacional na justificativa para a concessão da honraria foi o fato do surfista ídolo local Ricardo dos Santos, citado como uma lenda do surfe brasileiro, ter apoiado a iniciativa ainda quando diretor da ASPG.

Além disso, o pedido (aplicação) enviado à Save the Waves Coalition contou com 23 moções de apoio de órgãos governamentais, entidades e pessoas de diversos segmentos.

No entanto, segundo Nick Mucha, diretor do programa RMS, “antes da cerimônia de consagração oficial algumas etapas terão que ser vencidas como o anúncio de aprovação; evento para anúncio local; formação e engajamento do Comitê de Gestão Local (GL); captação de recursos; planejamento e gestão; cerimônia de “Dedicação” e implementação contínua”.

Todas estas ações não têm datas pré-definidas, devendo acontecer conforme as decisões do Comitê Gestor Local.

Guarda é finalista na disputa da nona Reserva Mundial de Surf

Guarda do Embaú. foto-plinio-bordin

Guarda do Embaú. Foto: Plínio Bordin

Pelo segundo ano consecutivo a praia da Guarda do Embaú, no município de Palhoça/SC, é uma das candidatas finalistas para concorrer à nona Reserva Mundial de Surf (RMS). A divulgação oficial este ano pela Save the Waves Coalition, entidade que administra o programa desde 2009, será no dia 21 deste mês, em San Francisco (Califórnia/USA). A informação partiu de Nik Strong, diretor executivo da entidade internacional.

A iniciativa da candidatura da Guarda começou em 2013, quando a Associação de Surf e Preservação da Guarda do Embaú (ASPG) inscreveu pela primeira vez a praia. Em 2016, com moção de apoio de 23 órgãos públicos (municipal, estadual e federal) e instituições não governamentais, além de um grupo gestor já formado com 20 pessoas dos mais variados segmentos, a diretoria da ASPG está confiante no título.

“Fizemos nosso trabalho com um projeto consistente e bem embasado, por isso, estamos preparados para, se formos consagrados, continuar fazendo o que sempre fizemos, que é cuidar da Guarda do Embaú para a nossa e as futuras gerações” , disse Geraldo Rosa, o Goiaba, diretor Ambiental da ASPG e membro da Comissão que produziu o projeto para a candidatura.

O presidente da ASPG, Nodin Varela da Silveira, também acredita na possibilidade real da consagração. “Acredito muito nas nossas chances pelo trabalho desenvolvido e pelo apoio da comunidade em geral”, ressaltou.

Critérios estabelecidos para a escolha:

  • Qualidade e consistência da onda;
  • Caracterísitias ambientais;
  • Cultura e História;
  • Apoio da comunidade

Locais já consagradas:

Malibu e Santa Cruz (USA); Ericeira (Portugal); Bahia de Todos os Santos (México); Manly Beach e Gold Coast (Austrália); Huanchaco (Peru) e Punta Lobos (Chile).

 

Hora de recolher as canoas

Ressaca nos mostra um espetáculo da natureza

Ressaca nos mostra um espetáculo da natureza

O litoral de Santa Catarina sentiu nesta sexta-feira os primeiros efeitos de um ciclone no mar do Rio Grande do Sul. Desde a manhã, os ventos provocaram ressaca e fizeram subir a maré, alagando cidades costeiras como Laguna e Florianópolis. A força do mar, segundo os metereologistas, deverá alcançar o litoral do Rio de Janeiro.

Com a chegada da anunciada ressaca do mar é hora de recolher as canoas, pois o vento “suli” vem acompanhado pela fúria do mar. E foi assim que os canoeiros da Guarda do Embaú, em Palhoça,  agiram ao perceber a força das ondas. Quem teve que se precaver também foram os comerciantes da praia, que tiveram que muito rapidamente retirar suas barracas do alcance das ondas. Nem mesmo os surfistas se atreveram em desafiar as ondas de até tres metros.

Com a água salgada avançando centrinho a dentro, o que podemos fazer é apreciar a beleza e a fúria da natureza.nestes momentos.

 

Tainá vai representar o Brasil no PRO JR e já mira nas Olimpíadas

Surfista da Guarda vai representar o Brasil na Austrália e poderá participar da equipe brasileira nas Olimpíadas 2020

A surfista Tainá Hinckel Santos, local da praia da Guarda do Embaú/Palhoça/SC, – praia candidata ao título de Reserva Mundial de Surfe 2016 -, de apenas 13 anos de idade, está sendo considerada pela mídia e pela maioria dos “experts” no assunto, uma promessa prestes a se concretizar no surfe feminino brasileiro.

taina_saqua_ripcurl_16Prova disso é a confirmação esta semana pela WSL South América de que Tainá será a representante do Brasil e, consequentemente, da América do Sul, no campeonato mundial Pró-Junior (WSL World Junior Championship), que vai acontecer na Austrália, em Kiama, cidade localizada a 120 Km ao sul de Sydney, em New South Wales. A decisão será entre os dias 4 a 13 de janeiro. O evento vai definir os campeões das temporadas 2016 e 2017 da categoria dos melhores surfistas do mundo com até 18 anos de idade.

Tainá acabou de trazer para casa a taça de campeã brasileira sub-18, que rolou em Itamambuca/SP e já foi confirmada pela WSL com base no título que conquistou no único torneio da categoria este ano, em San Bartolo, no Peru, quando foi a vencedora.

Mas a atleta de apenas 13 anos tem mais para comemorar. Segundo seu pai e técnico, Carlos Kxot, Tainá foi sondada recentemente por representante do Comitê Olímpico Brasileiro (COB) para participar de eventos nos moldes das Olimpíadas 2020, que acontecerão no Brasil, em Fevereiro de 2017.

Com vistas ao futuro que se aproxima a atleta, que já surfou no Hawwai, Indonésia, América Central, entre outros lugares, tem treinado dentro e fora da água com muito afinco. No mar ela é acompanhada por seu pai e técnico e na academia tem a parceria do professor George Madeira, que faz o trabalho de fisiologia do exercício aplicado ao treinamento do surf, fortalecimento dos músculos, estabilização das articulações e aprimoramento ao surf através de exercícios funcionais e Cross fit.

A respeito destes últimos acontecimentos na vida da jovem atleta, ela encara com naturalidade e ainda faz um chamamento para a torcida: “Estou muito feliz em ir para a Austrália representar o Brasil e a América do Sul. Vou procurar me divertir, pegar altas ondas e conseguir uma boa colocação. Nós vamos com tudo! Agora, participar da primeira vez em que o surf vai fazer parte das Olimpíadas com certeza vai ser uma honra. Espero conseguir esta vaga para fazer parte do time brasileiro de surf olímpico 2020. São sonhos que estou conseguindo realizar. Conto com toda a torcida brasileira!”.

 

 

Comunidade da Guarda prepara homenagens após um ano sem Ricardinho

Familiares, amigos, associação de surfe e governo municipal preparam várias homenagens amanhã, dia 20, para Ricardo dos Santos, quando fará um ano que o surfista morreu após ser baleado por um policial de férias, na Guarda do Embaú, em Palhoça/SC.

placa de cerca de dois metros em formato de prancha doada pela prefeitura de Palhoça será fixada na rótula do centrinho.

Placa de cerca de dois metros em formato de prancha doada pela prefeitura de Palhoça será fixada na rótula do centrinho.

As homenagens começão no período da tarde quando os surfistas farão o tradicional círculo no mar, em seguida será decerrada  uma placa em formato de prancha com a imagem do atleta oferecida pela prefeitura de Palhoça, a ser fixada na rótula do centrinho da Vila da Guarda, quando, o governo municipal, por solicitação da Associação de Surfe e Preservação da Guarda do Embaú (ASPG), anunciará o Projeto de Lei para que o dia 20 de janeiro seja considerado Dia Municipal do Surfista. Finalizando as homenagens acontecerá uma missa que será realizada no mesmo local da placa.

Com a carreira encerrada prematuramente pela tragédia de seu assassinato  o surfista profissional Ricardo dos Santos foi extremamente vitorioso e reconhecido no mundo do esporte, sempre levando consigo o  nome da terra onde nasceu.

Entre seus feitos está o título de campeão Billabong Pro Jr 2008, em Pichilemu, no Chile; a eliminação do americano onze vezes campeão do mundo, Kelly Slater, e do australiano top mundial Taj Burrow, seu companheiro de equipe, entre outros famosos, em competições mundiais; foi bicampeão das triagens do Circuito Mundial no Tahiti, o que lhe deu o troféu Andy Irons, entre outros feitos.

Sua morte continua sendo muito lembrada e o surfista tem sido reverenciado no mundo inteiro. Atletas do quilate de Gabriel Medina (campeão mundial em 2014), Kelly Slater (onze vezes campeão do mundo), Felipe Toledo (prodígio brasileiro) e Adriano de Souza (campeão mundial 2015), só para citar alguns, demonstraram enorme carinho homenageando, cada um a sua maneira, o Ricardinho da Guarda, como era conhecido.

Reunião para solicitar o Dia do Surfista. sq. p/ dir: surfista Sandro Vidal, prefeito de Santo Amaro da Imperatriz, Camilo Pagani, prefeito de Palhoça, Marcos Aurélio (Kito), dir. comunicação da ASPG e Nodin Varela, pres, da ASPG.

Reunião para solicitar o Dia do Surfista. Esq. p/ dir: surfista Sandro Vidal, prefeito de Santo Amaro da Imperatriz, Camilo Pagani, prefeito de Palhoça, Marcos Aurélio (Kito), dir. comunicação da ASPG e Nodin Varela, pres, da ASPG.

Na música, Gabriel O Pensador, que conhece muito bem a Guarda, fez uma música de repúdio à violência para homenagear Ricardinho.

Portanto, sua rápida, mas contundente e exitosa passagem pelo nosso plano e sua forte ligação com o lugar onde nasceu, a praia da Guarda do Embaú, no município de Palhoça/SC, ficará marcado neste dia fatídico de 20 de janeiro de 2015.

Serviço:

16h00: Circulo no mar (concentração no centrinho da Guarda)

19h30: Entrega da Placa (centrinho)

20h00: Missa no mesmo local

 

 

Prefeito fala dos últimos ajustes para a temporada de verão

Reunião realizada ontem, dia 8, no gabinete do prefeito municipal de Palhoça, definiu os últimos ajustes para a temporada de veraneio que se aproxima. O encontro contou com a participação dos secretários do município de Turismo; Segurança e Trânsito; Meio Ambiente; Infraestrutura e Obras; Fundação Municipal de Esportes;  das Polícias Militar e Civil, dos membros do Comtur, de representantes das comunidades e do prefeto de Palhoça, IMG_6907Camilo Martins.

Por quase duas horas foram delineados os últimos detalhes da operação de limpeza, trânsito, som, fiscalização dos ambulates e do comércio em geral, segurança e mobilidade urbana.

“Este ano começamos a operação verão mais cedo no Sul do município, que se estende da Praia de Fora até a Guarda do Embaú e estamos fazendo as ações conforme as demandas apresentadas pelo Comtur, que muito tem nos ajudado, e por representantes das comunidades. Se o tempo permitir, planejamos terminar as ações da prefeitura antes do Natal, disse Camilo.”

O secretário de Turismo do município adiantou que está de “olho” na lista das prioridades, mas que alguns aspectos já foram definidos, como “ônibus interpraias no Vale do Maciambú; um Centro de Atendimento ao Turista na Pinheira e outro na Guarda do Embaú, esta uma iniciativa da Associação Comunitária da localidade, em parceria com a Faculdade Municipal de Palhoça”.

A Polícia Militar manterá o esquema do ano anterior com bases móveis, atuando em parceria com a Polícia Civil. Ainda, em parceria com os fiscais da prefeitura, irá atuar junto aos ambulantes que não estiveram regularizados.